CET vistoria pontos críticos no trânsito da Vila

Falta de semáforos de pedestres no cruzamento das ruas Nanuque e Schilling põe em risco a vida de quem está a pé
O diretor responsável pelo Departamento Social da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET), Leandro Camargo, vistoriou pontos críticos da Vila Leopoldina. Um dos locais visitados foi o cruzamento das ruas Nanuque e Schilling, onde a falta de semáforos para pedestres nas faixas de travessia já causou acidentes fatais.
Uma "cratera" na Rua Cordilheiras
As vistorias, que aconteceram durante toda a tarde de 6/12, começaram pelas imediações da Praça Dr. Getúlio de Lima, onde empresários locais apontaram uma série de problemas, como sinalização de solo apagada, placa de trânsito coberta com adesivo de publicidade e estacionamento irregular de veículos.

'CRATERA' Na Rua Cordilheiras, altura da Praça Augusto Ruschi, o que chamou a atenção foi uma perigosa cratera aberta no asfalto, causada, segundo o diretor do CET, por um solapamento de solo. O fato foi imediatamente comunicado à Prefeitura Regional para as necessárias providências.
Empresário Igor Batista faz sugestões a Leandro Camargo
Antonio Igor Batista, proprietário de uma oficina automotiva na Rua Schilling, reforçou a necessidade de semáforos para pedestres no cruzamento com a Rua Nanuque, entregando ao representante da CET um bem-elaborado levantamento de pontos críticos de regiões próximas à Vila Leopoldina, impressos em 13 páginas de papel A4, contendo narrativas, sugestões, fotos e mapas.

LOMBADA Entre outros pontos críticos da Vila Leopoldina em termos de tráfego, o responsável pela área social do CET esteve no local onde a Rua Guaipá, uma via com duas mãos de direção, dá acesso e recebe o fluxo da Rua Carlos Weber.
Guaipá com Carlos Weber: perigo constante nas conversões
Como os motoristas descem “embalados” a Guaipá em direção à Avenida Imperatriz Leopoldina, muitos acidentes já ocorreram no local, por conta de veículos que querem acessar a Rua Carlos Weber. A solicitação é que se faça uma lombada eletrônica um pouco antes, na Rua Guaipá, como forma de fazer os motoristas reduzirem a velocidade ao se aproximar da Carlos Weber.
Leandro Camargo avaliou como muito produtiva as vistorias e os contatos com empresários e moradores da Vila Leopoldina, garantido que as demandas serão analisadas com carinho. "Nossa função é exatamente a de constatar os problemas, para depois buscar as devidas soluções", afirmou ao final das visitas o representante da CET. 
Leandro Camargo, do CET, e Julio Vargas, empresário
Praça Doutro Getúlio de Lima

Colaram um adesivo de publicidade na placa de trânsito

No entorno da Praça Doutor Getúlio de Lima, carros estacionados atrapalham circulação

Sinalização de solo desapareceu na Praça Doutor Getúlio de Lima
Caminhão parado em local irregular na praça 

Uma cratera se abriu na Rua Cordilheira

Prefeitura Regional já foi alertada sobre o problema

Cruzamento perigoso, que já foi palco de acidentes fatais

Atravessar em qualquer das faixas de pedestres do cruzamento é um risco pela falta de faróis de pedestres

Guaipá com Carlos Weber, manobras perigosas para evitar acidentes







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Café também tem tudo a ver com beleza

Banana prata e repolho verde têm bons preços

Superférias do Sesi: corra que ainda dá tempo

Finalmente o destaque que Vila Leopoldina merece

Tainha na brasa: festival de dar água na boca

Pães artesanais têm endereço certo na Vila Leopoldina

Prefeito da Lapa prestigia reunião de empresários